Páginas

domingo, 29 de julho de 2012

Pão de Cerveja


Ingredientes:
1,5 kg de farinha de trigo
200 ml de água morna
500 ml de cerveja morna
45 g de açúcar
1 xícara de cafezinho de fermento biológico seco (granulado)
4 colheres de sopa de fermento cerveja
5 ovos
20g de sal
2 a 3 xícaras de bagaço do malte (subproduto da produção da cerveja que geralmente é descartado. Pode ser substituído também por linhaça)

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes secos e o bagaço.
Acrescente o resto dos ingredientes e sove até que ela não quebre mais.
Deixe crescer por 40 minutos em local morno e úmido.
Divida a massa em pedaços de 400g e modele-a como rocambole.
Coloque-as nas formas untadas e deixar dobrar de tamanho em local morno e úmido por cerca de 30 minutos
Asse a 200ºC por 40 minutos a 1h.
Desenforme assim que sair do forno.


Segredos de um bom pão:
- Na maneira de amassá-lo. Quando sovamos a massa, ela se transforma, vai tomando cor e textura diferentes, começa a responder ao nosso toque. Se o fizermos com atitude de entrega e amor ao Todo, ela a incorporará e a substância do pão, além de sabor, cor e aroma, adquirirá vida.
- Na sua assadura. Se os pães forem preparados em forno, que seja baixo nos primeiros 20 minutos e depois alto até terminar de assar, o que gasta em média 45 minutos. Os climas e os fornos nunca são iguais, e por isso cada pessoa deve encontrar a maneira mais adequada às condições em que trabalha. Fazer pão é uma experiência viva, dinâmica. Prove-a. 

Você sabia?
O pão foi produzido pela primeira vez pelos povos que habitavam a região das aldeias palafitas, onde agora é a Suíça, por volta do ano 10.000 a.C., e, segundo a Bíblia, foram os hebreus os responsáveis pela descoberta e divulgação da massa fermentada. No Egito antigo, o pão pagava salários, como, por exemplo, o dos camponeses, que ganhavam três pães e dois cântaros de cerveja por dia de trabalho. 

"Melhor do que o pão é a sua partilha, sua divisão!" (Dom Hélder Câmara) 

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Papo de Vinho: Brett, a levedura vilã ou mocinha?

No último post do "papo de vinho" de nossa cozinha, falamos do problema de rolha que deixa o vinho "bouchonné", que é o mais famoso de todos os problemas, fungos que dão ao vinho um cheiro de mofo. Só que na sua popularidade, essa falha pode mascarar outro vilão das degustações, uma deformidade mais sutil e muitas vezes confundida com os micro-organismos da cortiça: a Brettanomyces, ou brett, para os íntimos. 
Trata-se de uma levedura que pode contaminar os vinhos que passam por barris. Costuma aparecer espontâneamente nos vinhos e está muito associada aos barris de madeira, usados na conservação de diversos vinhos. Como possui uma grande resistência ao álcool, sua contaminação é mais comum nos vinhos secos, quando estão sendo amadurecidos nos porões das vinícolas
.
Aporta à bebida aromas como suor, couro, estábulo, curral, esterco, urina, bacon ou queijo. Na boca, pode transformar o gole em uma experiência metálica.
Acontece que alguns vinhos já trazem características como essas naturalmente (aromas animais ou minerais), por isso pode ser difícil identificar o brett. Quando levemente presente, sem encobrir o caráter da fruta, pode adicionar complexidade ao fermentado. Podemos observar isto em muitos dos principais produtores do Rhône. Inclusive, há produtores que o defendem como algo positivo, que torna os rótulos mais complexos.

A "Brett" encontra predisposição especial para agir em vinhos com alto pH (baixa acidez) e teor alcoólico. Sendo assim, raramente a encontramos em vinhos brancos. Ainda não existe uma forma de corrigir este problema. Pode-se atuar apenas preventivamente durante a vinificação com a correta aplicação de sulfitos.

Na dúvida, é bom analisar o seguinte argumento: a descrição mais comum para o brett ruim é forte"cheiro de rato" ou de esterco(eca!). E qualquer vinho que tenha cheiro de rato ou de "b...." não pode ser boa coisa, concordam? ;)

sábado, 21 de julho de 2012

Papo de vinho: "Bouchonné"?

Você já ouviu a expressão "Bouchonné"?

Esse termo francês é empregado para descrever um vinho com cheiro de "cachorro molhado", de "pano de chão" ou, às vezes, de papelão molhado.

A origem vem de bouchon, palavra francesa que significa rolha. É usado para indicar que o vinho está com um cheiro forte e muitas vezes estragado, devido à contaminação das rolhas de cortiça que, por serem de material vegetal, podem sofrer ataques de fungos.

Os vinhos ficam "bouchonnés" quando certas bactérias das células da rolha interagem com pequenas quantidades de resíduos químicos, que podem permanecer nas rolhas ou nas garrafas de vinho depois de lavadas.

Um vinho "bouchonné" tem aroma e sabor imperfeitos, porém não causa danos à saúde. 
Não se pode prever se um vinho está "bouchonné". Qualquer vinho, independente da qualidade ou do preço, pode apresentar essas imperfeições. Não dá para saber se um vinho ficou Bouchonné só de olhar. O mofo da rolha não aparece na superfície dela e nem nos pedaços que flutuam em sua taça.
Para ter certeza que o vinho apresenta essas características, tem que cheirar e ser provado. Quanto mais tempo na taça, mais as características se acentuam. Geralmente, quando o vinho estiver "bouchonné", não tem condições - pelo seu aroma e sabor forte - de ser degustado.

A cada 100 vinhos vendidos, em média 4 apresentam este defeito. Nos dias atuais esse problema é evitado com as rolhas sintéticas ou as tampas metálicas de rosca.

O que fazer se você constatar que seu vinho está Bouchonné?

De imediato, no primeiro gole separe a garrafa e devolva. Em qualquer lugar que seja, restaurante, loja independente, supermercado e etc….
Não espere a garrafa ficar no final, pois não vai pegar bem. ;)

sexta-feira, 20 de julho de 2012

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Corações de Romeu e Julieta

Gente, sugestão facílima, romântica, um clássico das delícias: Romeu e Julieta mas estes muito mais charmosos, em forma de corações!
Vi no Basílico e corri pra cá para compartilhar!


Vejam só:
Romeu e Julieta de palito


Não tem mistério, basta ter um aro cortador em forma de coração, cortar as fatias e sobrepor a goiabada cascão e o queijo minas. Depois é espetar palitinhos de petisco e servir!
Achei pura fofura!
Espero que também tenham curtido essa doçura de dica!
Beijinhos.

Sopas típicas famosas

Como nossa cozinha é simplesmente doida por sopas, fizemos uma pesquisa bacana sobre as mais famosas para compartilhar com vocês.

Alguns pratos são como o cartão de visita de um povo, porque fazem parte da sua cultura gastronômica e da sua História. Isso acontece de uma maneira muito especial com as sopas, que, em boa parte do mundo, são, tradicionalmente, o primeiro prato da refeição principal do dia. 

Veja algumas delas:

Do Brasil: Bambá de Couve (farinha de milho e couve), Caldo de Mocotó, Caldo de Feijão;
 

De Portugal: a Canja (que, segundo alguns especialistas, terá vindo da Índia) e o Caldo Verde;
 
Da Espanha: o Gazpacho (com tomate, pepino, alho, pão e azeite, servida fria).

Da Grécia: Faki(sopa de lentilhas, uma das sopas cotidianas mais comuns no país, servida costumeiramente com vinagre e queijo feta);Avgolemono(sopa 'ovo-limão', consiste de um caldo de carne, peixe ou legume engrossado com ovos, suco de limão e arroz); Fasolada(sopa de feijões, definida em diversos livros de culinária como o prato grego tradicional por excelência. Além de feijões, leva tomate, cenoura, aipo e bastante azeite)
 

Da França: a Soupe à l'Oignon (a base de cebola) e a Bouillabaisse (a base de legumes com frutos do mar frescos), Bisque (cremosa, a base de frutos do mar);
 

Da Inglaterra: a Oxtail (sopa de rabo de boi);
 

Da Alemanha: Knödel Suppe; Sopa de Lentilhas.

Da Áustria: Goulash. 
Da Itália: o Minestrone (com feijão, massas e legumes,comumente feita com lingüiça);
 

Da China: a Sopa de Ninhos de Andorinha, Won Ton (caldo com bolinhos recheados de hortaliças e carne);

Do Japão: Missoshiro (caldo de peixe com missô)

Do Vietnã: Canh Chua (caldo aromatizado com hortelã e tamarindo com pedaços de peixe);

Da Tailândia: Tom Kha Gai (de leite de coco com frango, muito coentro e outros aromas);.

Da Rússia: o Bortsch (de beterraba frescas, servida quente ou fria);

Do México: Posole (com carne de porco ou frango, caldo e canjica); Sopa de Huitlacoche(um fungo derivado do milho que é uma iguaria por lá e em outros lugares é tida como uma "praga" no milho)

Do Peru: Chupe( tradicional das casas arequipeñas, um caldo substancioso de camarõesOu bacalhau...), batata e ervilhas cozidos com ovo, queijo branco e arroz) e Sopa Criolla (sopa limeña com carne bovina e macarrão cabelo-de-anjo).

Dos Estados Unidos: Vichyssoise (de batata e alho porro, servida fria); Clam Chowder (creme encorpado, quase em mingau a base de moluscos, batatas e leite)

De Cuba: Sopa de Frijoles com Calabaza, (de feijões com abóbora);

Da República Tcheca: kyselica(uma sopa de chucrute com batata e salsicha, da região de Moravia de Leste. consommé de cogumelos frescos (da região de Ceská Lípa), sopa de ervilha, feijão branco e lentilha (da região de Jeseníky), sopa de cerveja da antiga Bohemia com pão e carne bovina (da região de Pilsen).

Do Haiti: Consommé a l'Orange (de caldo de frango, suco de laranja e cravo da índia)

Do Egito: Melokhia (a base de uma erva egípcia que dá nome à sopa e carne de cordeiro ou frango);

De Israel: Pumpkin Soup (de abóbora e caldo de frango).


Agora é só escolher as mais atraentes e provar novos sabores!
Muitas dessas receitas você encontra aqui no Blog. ;)
Boa sopa! 

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Soupe de champignons paris en croûte

Uma sopa clássica, linda, fácil e deliciosa, perfeita para aquecer os dias frios!


Ingredientes:
3 colheres de sopa de farinha de trigo
1 colher de sopa de nata fresca (creme de leite fresco)
150gr de champignons
70 gr de manteiga
pimenta-do-reino, sal e noz moscada a gosto
3/4 de litro de leite

Massa folhada
Ovo batido para pincelar

Modo de preparo:
Numa panela fazer um roux loiro: derreter 50 gramas de manteiga e juntar a farinha. Mexer bem, deixando cozinhar uns minutos até que a farinha adquira uma tonalidade loira. Molhar aos poucos com o leite quente. Deixar cozinhar para obter a consistência de um creme. Temperar com sal, pimenta e noz-moscada ralada. Cozer os champignons cortados em lâminas no resto da manteiga. Juntá-los ao creme e acrescentar uma colher de nata fresca. Despeje em refratários ou ramequins.

Corte a massa folhada em círculos um pouco maiores que as boradas do refratário. Cubra os refratários com estes círculos de massa e dobre as pontas. Pincele com ovo batido e leve ao forno por 15 minutos, ou até dourar e inchar a massa folhada.
Retire e sirva.

Rende 6 porções pequenas.

Harmonização: um syrah australiano.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Festival Gastronômico de Pomerode/SC 2012

Pomerode, a cidade mais alemã do país, se destaca como o pólo gastronômico da região do Vale Europeu. Durante o ano todo, a cidade é destino certo para se desfrutar dos prazeres da boa mesa.Mas é no inverno que os sabores recebem um tempero a mais.

 
Durante o mês de julho, o Parque Municipal de Eventos se transforma para receber o aconchegante Festival Gastronômico. No local, se estabelece a chamada “Vila Gastronômica”, para onde os restaurantes da cidade transferem suas estruturas e se unem num só ambiente, ricamente decorado.

Em meio a espaços repletos de muito charme e requinte, são oferecidos cardápios diferenciados, indo muito além da culinária alemã. Para acompanhar, há ampla carta de vinhos e cervejas regionais para harmonização.

O Festival Gastronômico terá, além da Rua Gastronômica, com 70 metros de extensão, lugares alternativos que são atrações à parte. O Pub Gourmet é um deles, que será montado pelo segundo ano consecutivo e tem decoração e programação cultural à parte, com horário diferenciado: das 18h até o último cliente.

A Enoteca Decanter chega ao Festival Gastronômico de Pomerode com um Weinbar, onde serão servidos mais de 20 tipos de vinhos de alto padrão e valor atrativo. A Oxford Porcelanas vai ao evento apresentar a nova marca Oxford Crystal, produzida desde o ano passado na cidade de Pomerode. Além de conhecer as peças em um lounge conceito, os visitantes poderão adquirí-las em um posto de vendas
.No Espaço Mueller, a tradicional fabricante de eletrodomésticos mostra as novidades para a cozinha e ainda promove apresentações ao vivo, com chefs e convidados, todos os dias, às 19h e às 21h.
Chef Sandra Carvalho que participa também da edição deste ano.

Nugali, fabricante de chocolates finos de Pomerode, terá novamente um ambiente especial no evento. Este ano, nele os visitantes poderão experimentar o fondue, novidade da marca para a estação.

A Casa da Gastronomia é uma atração a parte, assim como a Kreativhaus. No espaço gastronômico, serão produzidos diariamente pães e cucas no forno a lenha, aos olhos do público.

Para completar, a Olho Embutidos e Derivados, também de Pomerode, terá uma loja para venda e degustação de produtos.


Na Kreativhaus, o espaço é dedicado aos trabalhos de artistas e artesãos locais. Estarão à venda peças em madeira, ovos pintados à mão, tecidos bordados e pintados, utensílios de cozinha, doces e biscoitos, entre outros produtos. 


É isso...Em suma, além da deliciosa gastronomia, o Festival traz ainda inúmeras atrações, incluindo chefs convidados, shows musicais, apresentações culturais, exposições de arte, feira de artesanato típico, venda de pães e cucas assados em forno a lenha, lingüiças, chocolates finos e biscoitos. Imperdível, de dar água na boca, não é mesmo?
Então, "bora" pra Pomerode ser feliz e curtir! ;)

Confira a programação, clicando AQUI!

Serviço:
17 a 22/07- 8º Festival Gastronômico de Pomerode
Local: Parque Municipal de Eventos
(Av. de Janeiro, 2150 - Centro)
Entrada: GRatuita para todas as idades.
Infos: 47 3387-2627 |eventos@pomerode.sc.gov.br
www.pomerode.sc.gov.br/gastronomico.

E tem promoção da Olho Imbutidos para você particpar!!!
O Empório da Olho vai estar localizado em um dos ambientes mais requisitados do evento: a Casa da Gastronomia.Ou seja, enquanto saem os pães fresquinhos do forno à lenha, lá estarão também apetitosas lingüiças, salames e mortadelas… hummm! Combinação mais do que perfeita!
Para deixar tudo ainda mais atraente, a marca vai comandar uma super promoção nas redes sociais: o concurso cultural “De Olho na Receita” para ver todos revelando os seus dotes culinários neste Festival Gastronômico!



Para participar, basta enviar – pelo mural do Facebook deles ou por e-mail – uma receita exclusiva, em que se ressalte o uso de um ou mais produtos Olho Embutidos como ingredientes.O Chef alemão Heiko Grabolle, que é especialista no assunto, vai se encarregar de eleger o prato mais criativo.
O vencedor vai levar como prêmio uma super cesta de brindes, além de… nada mais, nada menos, do que dois jantares completos para degustar à vontade! Serão seis refeições à escolha: entrada, prato principal e sobremesa para duas pessoas, para usufruir como e quando quiser, durante os seis dias do Festival.
E tem mais: o ganhador poderá apresentar, se quiser, a sua receita ao vivo, acompanhado do Chef Heiko, na cozinha do Espaço Mueller.

Serão aceitas participações até o dia 15 de julho. Confira o regulamento completo aqui.
Boa sorte e bom festival a todos!

SC GOURMET 2012


Sustentabilidade e uso racional dos recursos na alimentação. Este é o tema do SC Gourmet – evento que está na sua segunda edição e pretende valorizar a divulgar produtos gourmet. Acontece de 18 a 21 de julho no setor 1 da Vila Germânica, em Blumenau, e promete deliciar os visitantes com mais de 60 expositores, oficinas, palestras, aulas show e jantares. O Senac/SC estará presente.Chefs renomados como João Leme, Eric Jacquin, Fabio Lima e Heiko Grabolle também estarão presentes. 
Além de divulgar os produtos, o SC Gourmet tem o nobre objetivo de potencializar os conhecimentos dos profissionais de gastronomia através do contato com expositores, chefs e sommeliers de renome nacional e internacional. Valorizar Santa Catarina como região de excelência em enogastronomia e potencializar o consumo e conhecimento em torno do vinho brasileiro e cachaças especiais também é um dos focos da organização.

A primeira edição, no ano passado, contou com mais de 80 marcas envolvidas e 13 mil participantes. As expectativas para este ano são ainda melhores! O evento está imperdível. O Espaço Senac/SC conta com uma extensa e interessante programação gratuita. Confira clicando aqui.

A Mostra ocorrerá paralelamente à 19ª Festitália, evento que celebra a cultura italiana trazida pelos imigrantes e que em 2011 recebeu 30.000 visitantes.



Não perca também o Concurso Cultural da SC Gourmet no Facebook! Use sua criatividade e decore um prato a sua escolha. Serão três ganhadores e os prêmios variam desde Cursos de Gastronomia no Senac a Cestas, Espumantes e Chocolates. Saiba mais sobre o Concurso aqui!
Foto: Participe do Concurso Cultural e concorra a prêmios da SC Gourmet e Senac SC. Esperamos sua foto! http://tinyurl.com/7d5wtrd

SERVIÇO

2ª SC Gourmet
Quando: 18 a 21 de julho de 2012
Horário: das 15h às 22h
Local: Pavilhão 1 do Parque Vila Germânica
Rua Alberto Stein, 199 – Bairro Velha – Blumenau, SC

Mais informações:
www.scgourmet.com.br
www.facebook.com/mostrascgourmet
www.twitter.com/scgourmet

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Dicas úteis para facilitar nossas vidas

Vai aproveitar as férias para dar um up no look casa?

Entre uma demão e outra, lave e proteja o pincel em saco plástico e elástico, assim as cerdas ficam úmidas por todo o tempo.

Nem se preocupe em retirar a maçaneta das portas, papel alumínio é ótimo aliado nisso.


Aquela tábua de corte pode ser melhor higienizada com meio limão. Corte, esfregue para retirar as sujeira dos veios, e deixe descansar por 20min antes de lavar com sabão.

Precisa despachar algum presente ou encomenda pelo correio? Pipoca é ótima para proteção do produto. (Só se lembre de envolve-lo em plástico).

Comprou caixa de vinho fechada? não jogue fora, forrada a seu gosto fica ótima para organizar os sapatos no armário ou perto da porta de entrada da casa

Ainda aproveitando a rolha do vinho para colar no fechamento dos armário, evitando os barulhos de batida ao fechar.

Tubos de papel higiênico podem ser ótimos organizadores de fios, e também de presilhas e elásticos.

Sabe aquele porta guardanapo de mesa? Pode ser ótimo para "sustentar" a correspondência em casa.


Embalagem antiga de molho pode ser ótima aliada para usar na massa de panqueca e crepe.

Comprou muito milho na feira? Facilite a retirada daqueles cabelinhos com o uso de uma escova de dente (nem preciso dizer que escova deve ser nova né?)

Replantando, pode-se preencher o fundo dos vasos com sacos plásticos amassados, com isso você economiza o uso de terra e substrato. PS: Só tome cuidado para não obstruir a drenagem da água na rega.

Tem aquela saia de pregas para passar? Não perca tempo, prenda cada uma delas usando grampo de cabelo.

E quem disse que chapinha de cabelo não ajuda a passar aquele espaço pequeno entre os botões das camisas?

Está sempre procurando a pinça na pia ou armário do banheiro? Facilite a busca colando um imã na lateral do armário.

Tem o costume de emprestar seus livros? Mande-os sempre identificados, assim quem os tomou emprestado devolverá sem dúvida para o dono correto.

Elásticos de dinheiro também são ótimos enrolados aos cabides para segurar aquela blusa de seda ou de alcinha que insiste em cair dele sempre.
O local para se pendurar toalha pode muito bem pendurar outras coisas úteis para facilitar a hora daquele banho gostoso.
Para organizar sua roupa de cama, guarde os lençóis dentro da fronha correspondente.
Para encontrar brincos ou pequenos objetos no chão, coloque um pano na ponta do aspirador. 
Cole uma fita de velcro na parede para organizar bichinhos de pelúcia.
Está faltando espaço na sua cozinha? Além de decorar, esses cestinhos de palha deixam os utensílios domésticos superorganizados.
Sabe aqueles adesivos chatos na louça nova? Use o secador sobre o adesivo isso derrete a cola e ajuda a retirar o adesivo sem ficar aquele grude.
Enrole as toalhas ao invés de dobrá-las, isso facilita o acesso. As caixas presas à parde, além de charmosas, aproveitam espaço e guardam as toalhas.

Organizando a bolsa ou a mala de viagem:

As embalagens das fitas K7, podem servir para organizar melhor aquele fones de ouvido e cabo USB.

Vai passar o fim de semana fora? Já leve seus remédios aproveitando um porta lentes antigo.

Caixa de fósforo (alguém ainda usa?...rs) Podem acomodar um kit emergência de costura.

Vai à praia levando somente a canga e uma cadeira? Ou vai caminhar no parque? Esse clips é ótimo para prender junto da roupa ou cadeira o dinheiro e a chave de casa.

Porta óculos sem uso pode se tornar um ótimo kit de manicure express.

Tanto para levar como para voltar para casa daquela viagem: toucas de banho acomodam bem os sapatos na mala, sem sujar o resto das roupas.
Saquinhos porta-bijoux são excelentes para levar as suas já separadinhas e, além de fofas, ocupam super pouco espaço na mala.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...