Páginas

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Salmon en Papillote

Prato leve, saboroso, colorido e super saudável!
Ingredientes:
• 2 filés (300 g) de salmão
• Suco de 1/2 limão siciliano
• 1 dente de alho amassado
• 1 pitada de sal rosa
• 1 col. (sopa) de shoyu light (molho de soja)
• 1/2 cebola roxa média em rodelas
• 1 abobrinha italiana pequena em rodelas
• 8 tomates-cereja cortados ao meio
• 1 fio de azeite extravirgem
• Salsa picada e dill
• 2 retângulos (20 x 25 cm) de papel-alumínio (para o papillote)

Modo de Preparo:
Tempere o salmão com o limão, o alho, o sal e o shoyu. Deixe marinar por 15 minutos. No centro de cada retângulo de papel-alumínio, coloque uma posta de salmão e metade da cebola, da abobrinha e do tomate. Regue com o azeite e polvilhe a salsa. Dobre o papel como se fosse um embrulho, fechando bem as laterais. Leve ao forno preaquecido a 180°C e deixe assar por 30 minutos. Sirva no próprio papillote.

Rendimento: 2 porções de, em média, 240 cada.

Dicas da Janita: Você pode preparar qualquer peixe em papillotes e variar nas ervas, temperos e legumes, conforme seu gosto. 

O que é Papillote?
Termo francês incorporado ao português, papillotes(pronuncia-se "papiótis) é o nome dado às embalagens hermeticamente fechadas que preservam aroma, vitaminas e sais minerais dos alimentos, além de auxiliar no processo de preparo do alimento em forno, porque propiciam o cozimento sem ressecar e com menos
ou completamente sem a utilização de óleo.
A idéia dos papillotes vem de longe. Precisamente desde antes de Jesus Cristo. Arqueólogos descobriram potes de cerâmica romana do século 6 a.C., que eram usados com essa finalidade. Nas ilhas do Pacífico Sul, os nativos usavam folhas de bananeira para embrulhar alimentos. Na França foi desenvolvido e aprimorado o uso do papel manteiga para envolver a comida.
Papillote é um dos melhores processos de cozimento para ingredientes delicados. Trata-se de embrulhar o alimento em papel-manteiga ou alumínio, para depois se levar ao forno. Este processo faz com que a alimento quase não perca umidade e nem aroma. Em italiano é chamado al cartoccio , literalmente "no embrulho". O método mais tradicional de servi-lo é fechado no prato, deixando quem vai saborear abri-lo.

Harmonização: Gosto muito do argentino da Pulenta - La Flor Rose de Malbec. Fresco e frutado, com aroma a morango e groselhas, com notas florais. Delicado no paladar e elegante. Fica perfeito com salmão!
Agora é só curtir essa refeição leve, saborosa e colorida sem culpa nenhuma! ;)

"O vinho é composto de humor líquido e luz". 
(Galileu Galilei)

2 comentários:

Beta disse...

Excelente receita, além de deliciosa, não faz nenhuma sujeira! bjs

Janita disse...

É mesmo, Beta! Nem tinha pensado nisso! Louça demais pra lavar depois do jantar é dose, né? rs
Obrigada pela vista. Volte sempre! ;)
Beijinhos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...