Páginas

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Borscht


Ukrainian borsch recipe
Ingredientes:
4 beterrabas cortadas em cubos
1 cenoura cortada em cubos
1 cebola picada
4 batatas cortadas em cubos

4 talos de salsão picados(opcional)
02 folhas de repolho em tiras
4 tomates ou 3 colheres de sopa de molho de tomate
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de chá de vinagre de vinho tinto
3 dentes de alho picados
salsinha e cebolinha
caldo de carne - não menos de três litros
pimenta preta do reino
sal a gosto



Modo de Preparo:
Em uma panela, refogue a cebola e alho na manteiga. 
Coloque as cenouras e beterrabas, adicione 1 colher de sopa de açúcar, um pouco de caldo ou água, 1 colher de chá de vinagre.
Refogar tudo por 10 minutos e, em seguida, adicione os tomates e refogue novamente por 10 minutos.

Em uma panela grande com o caldo de carne, coloque as batatas picadas e o repolho em tiras e ferva por 10 minutos. Em seguida, adicione ao refogado de legumes feito anteriormente , coloque a pimenta do reino  e temperos a gosto e deixe ferver novamente por 10 minutos, ou até a batata estar macia.

Adicione a salsinha e cebolinha e sirva quente, junto de creme azedo(iogurte natural com uma gotinhas de limão).


Dica da Janita: se quiser uma versão vegetariana da sopa, use caldo de legumes no lugar do caldo de carne.


Saiba mais sobre o BORSCHT

O borsch, também grafado como borscht é uma sopa tradicional em diversos países do Leste Europeu como a Ucrânia, Polônia, Rússia e Romênia, entre outros.
As disputas sobre quem inventou o borscht acontecem até hoje. Os ucranianos consideram borsch como seu prato nacional. A mesma coisa acham os poloneses, lituanos e romenos. E em cada país tem suas peculiaridades da maneira de cozinhar este prato. Ao lingüistas acreditam que a palavra “borsch” vem da palavra “boschevik”, como antigamente era chamada a beterraba. Na Polônia “Borschak” apareceu no século XVIII. Na Ucrânia o borsch é conhecido desde séculos XIV-XV. Entre as pessoas que gostavam do Borsch temos Gogol, Catarina Grande, Alexandre II, Anna Pavlova. O borsch é associado com muitas crenças e preparado para festas, casamentos e velórios.
Também os lingüistas têm uma versão que a palavra “bor” ou “bur” em russo antigo significava vermelho escuro. Os ucranianos chamam a beterraba de “Buriak”. A beterraba na época dos eslavos antigos crescia no território da Sérvia e Romênia. Ela crescia de maneira selvagem, mas pouco a pouco foi adotada por habitantes do local. Agora deu para entender como surgiu primeira parte do nome “borsch”.
Borscht é uma parte importante da cultura dos povos do sul. Pois o cozinhavam na primavera dos produtos que eram objeto de armazenamento longo. No inverno não cresce nada e a próxima safra só vem no outono. Ou seja, é um prato nutritivo que dá força e sustento para trabalhar. A receita antiga do borsch inclui beterraba, repolho salgado, peito e gordura de porco. E a cor do borsch lembra a cor de sangue, a cor da Mãe Terra. A cor vermelha é sagrada e festiva. Na Rússia, por exemplo, desde antes paras festas de primavera cozinham schi, e na Ucrânia – borscht.
A receita desta sopa foi levada a Europa Ocidental e América principalmente por imigrantes judeus fugidos da perseguição nestas regiões; em iídiche, língua falada por muitos destes imigrantes, o prato é chamado de borsht (בורשט).
A sopa é normalmente preparada com beterraba que lhe dá um forte coloração vermelha. Outros ingredientes costumeiros são o repolho, cenoura, batata, cebola, tomate, carne...
O prato costuma ser servido com nata azeda (creme de leite) e batatas cozidas.
O borsch pode ser preparado de diversas maneiras; tradicionalmente, cada povo acrescenta a sua variação à receita. As duas variantes principais do borsch, no entato, são conhecidas genericamente como borsch quente e borsch frio. Ambas têm como base a beterraba, porém são preparadas e servidas de maneiras diferentes.

Variações do Borscht pelo mundo
Na cozinha bielorussa , os tomates são o padrão, às vezes, além de beterraba. É geralmente servido com Smetana (creme azedo de estilo europeu) e um acompanhamento tradicional depampushki (sing. pampushka), pequenos pães quentes coberto com alho fresco picado.

Na cozinha russa , normalmente inclui beterraba, carne, repolho e, opcionalmente, as batatas.

Na Prússia oruental a carne é servida com o Beetenbartsch (lit. beterraba-borscht).

Na cozinha da Lituânia , cogumelos secos são muitas vezes adicionados.

Na cozinha da Armênia , é servido quente com creme de leite fresco.

Na cozinha do Azerbaijão , é servido quente e, geralmente, inclui beterraba, batatas e couves e, opcionalmente, carne bovina. Uma colher de sopa de iogurte natural é adicionado no meio do prato.

Na cozinha chinesa, , tomate e massa de tomate são usadas em vez de beterraba, além de carne, repolho, batatas e cenouras. É semelhante ao borscht à base de carne da Rússia.
Na cozinha chinesa do norte, particularmente dentro e ao redor da cidade de Harbin, na província de Heilongjiang, uma área com uma longa história de comércio com a Rússia Oriental, a sopa conhecida como hóngtāng ("sopa vermelha") é feita principalmente com repolho roxo.

Na culinária ucraniana , pode ser uma sopa de legumes ou com base de frango ou outra carne.Geralmente é servido com pampushki e Smetana . Ingredientes principais incluem especialmente beterraba, repolho picado, e um molho de tomate.

Um comentário:

Rafael disse...

Genial...estava buscando coisas sobre esse prato, o seu site foi de longe o mais interessante ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...